MotorDream

Testes

Teste: RAM 1500 2019 - Foco nas médias

27/09/2018 06:05  - Fotos: Divulgação
Envie por email


Nova geração da picape média 1500 é estratégia da RAM para abocanhar fatia do segmento dominado por Hilux, Frontier e Ranger

POR RUBÉN HOYO
DO AUTOCOSMOS.COM/MÉXICO
EXCLUSIVO NO BRASIL PARA AUTO PRESS
COLABOROU VICTOR ALVES/AUTO PRESS


É bem sabido que o sucesso das picapes grandes – ou Full Size – é um fenômeno quase exclusivo do mercado norte-americano. Elas até são vendidas em outros mercados, mas em volume muito mais reduzido. Em um cenário em que as picapes médias dominam as vendas a nível global, a RAM decidiu deixar de lado o foco nas “grandalhonas” para investir na nova geração da 1500 e encarar rivais médias como Toyota Hillux, Nissan Frontier e Ford Ranger. O modelo pode chegar ao Brasil até 2022, e será fabricado na mesma planta de onde saem a Fiat Toro e os Jeep Renegade e Compass, em Pernambuco, para se juntar à RAM 2500 que já é vendida por aqui e aumentar a expressividade das vendas da marca no país.

Nessa nova geração, a RAM 1500 estreia um novo chassi, de entre-eixos 10 cm maior. Ele é praticamente todo fabricado em aço de altíssima resistência que deixa a picape mais rígida e leve. A utilização de alumínio em alguns componentes da carroceria também contribui para uma melhora no peso, como no capô e na tampa da caçamba, que reduziram em 100 kg o peso total em relação à geração anterior.

O desenho também mudou. Agora, a picape vem com formas mais fluídas. A frente perdeu o semblante “rude” característico das RAM, o que, inclusive, oferece mais eficiência em termos de aerodinâmica, com redução de consumo de combustível e de ruídos aerodinâmicos, em velocidades mais altas.  Na traseira, a tampa da caçamba pode ser aberta a partir de comandos na chave do veículo e, por ser de alumínio, pode ser fechada facilmente com uma única mão. As rodas são de 22 polegadas, os estribos são retráteis, o que confere aparência limpa e atrente, e as saídas de escape circulares são cromadas e reforçam o toque esportivo.

Por dentro, a qualidade impressiona. Tanto os materiais quanto os acabamentos parecem ter sidos pensados minuciosamente – assentos, volante, painéis das portas e console apresentam toque macio e agradável, enquanto os botões são pesados e metálicos. Além disso, há tela central sensível ao toque, de 12 polegadas, na qual é possível controlar todas as funções do veículo. O equipamento oferece compatibilidade com as plataformas Android Auto e Apple Carplay, além de dispor de portas USB. Outros mimos incluem ar-condicionado automático de duas zonas, assentos com ventilação e calefação, teto solar panorâmico, carregador de celulares por indução e sistema de áudio da Harman Kardon de 19 alto-falantes e 900 watts de potência, com tecnologia Active Noise Cancelling, que elimina o ruído que entra na cabine.

Sob o capô, há um já conhecido Hemi V8 de 5.7 litros, 395 cv e 56,68 kgfm de torque. Esse propulsor é associado a uma transmissão automática de oito marchas, que está mais suave e refinada do que a da geração anterior. A tração funciona por padrão em modo 4X2 enviando a força às rodas traseiras, mas ela pode virar 4X4 ao toque de um botão localizado à esquerda do novo seletor circular de marchas.

O segredo para um rodar mais suave e confortável da RAM 1500 foi mantido. Isso quer dizer que a suspensão traseira de molas helicoidais ainda está lá, no lugar das típicas molas ou feixe de molas que a maioria das picapes oferecem. Essa engenharia foi adotada desde a geração anterior, o que garantiu crescimento de vendas nos últimos anos. Porém, ao mesmo tempo em que proporciona conforto, a adoção desse sistema sacrifica a capacidade de carga, que é de até 715 kg – bem inferior se comparada aos 1.200 kg que carregam Hilux ou Frontier, por exemplo.

Em relação à segurança, a marca anuncia que a RAM 1500 2019 conta com mais de 100 elementos de proteção. Dentre eles, airbags, freios com ABS, ESP, monitor de ponto cego, controle de cruzeiro adaptativo, alerta de troca inadvertida de faixa, assistente de estacionamento e câmara de 360 graus.

Nos Estados Unidos, a RAM 1500 2019 é vendida com preços que partem dos US$ 31.695 (cerca de R$ 129.600) e chegam aos US$ 54.090 (ou R$ 221.200). No Brasil, a marca vende apenas o modelo 2500 Laramie 4X4, por R$ 264.900. Há planos do grupo FCA, que controla a RAM, de produzir, até 2022, uma picape por aqui com a mesma estrutura da 1500 para brigar com Toyota Hilux, Chevrolet S10, Mitsubishi L200 Triton, Nissan Frontier, Ford Ranger e Volkswagen Amarok. Mas ainda não há informações sobre possíveis preços.

 

Primeiras impressões

Forma e conteúdo

Cidade do México – Para deixar o rodar da 1500 mais confortável, a RAM adotou uma suspensão pneumática ajustável em quatro níveis que funciona impecavelmente. Ela oferece um curso gigantesco e também possibilidade de rebaixamento para entrada na cabine. O trem de força tem uma entrega de qualidade inédita, de forma que deixa a picape bem parecida com um SUV premium. O V8 é bem poderoso e contundente, enquanto a transmissão efetua as trocas de forma praticamente imperceptível.

É certo que o Hemi V8 não é tão vigoroso quanto um V6 3.5 Ecoboost da Ford, mas não deve potência. Ele sempre entrega capacidade de resposta, e a caixa tem escalonamento adequado para sempre transmitir sensação de que está disponível. O único ponto negativo vai para o consumo, que fica na casa dos 4,5 km/l – o que não parece ser uma preocupação de quem compra uma picape dessa categoria.

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas