MotorDream

Testes

Teste: Lincoln Continental - Clássico no requinte

04/06/2018 12:31  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Teste: Lincoln Continental - Clássico no requinte

 Lincoln busca na história do sedã Continental um novo conceito de luxo

POR RUBÉN HOYO, DO AUTOCOSMOS.COM
EXCLUSIVO NO BRASIL PARA AUTO PRESS
COLABOROU MÁRCIO MAIO/AUTO PRESS
 
Atualmente, quando se fala de veículos de luxo, o imaginário popular aponta logo para as alemãs Audi, BMW e Mercedes-Benz. Talvez por isso muitas marcas concorrentes tentem competir diretamente com esse trio. A Ford, no entanto, parece ter entendido que essa não era melhor estrada a seguir. Com sua subsidiária de luxo Lincoln, a fabricante norte-americana enfrenta esse desafio de forma diferente: tenta se tornar uma marca global, mas reavivando valores eram especiais e autênticos nos modelos estadunidenses. Caso do sedã Continental, seu carro-chefe e modelo mais tradicional. 
 
Visualmente, a grande grade cromada tem um padrão que parece replicar inúmeras vezes o emblema da marca, coroado no centro em generosas dimensões. Faróis em leds e puxadores de porta escondidos são detalhes que se destacam. Na traseira, o desenho não chega a chamar tanta atenção, a não ser pelas lanternas interligadas – principalmente quando suas luzes se acendem.
 
O sedã usa uma variação de uma plataforma que serve de base para outros modelos da Ford, como o Fusion ou até mesmo do Lincoln MKX, que em sua segunda geração ganhou um face-lift e passou a ser chamado de Nautilus. Mas o Continental é maior, são 5,12 metros de comprimento, 1,98 m de largura, 1,49 m de altura e 2,99 m de entre-eixos. 
 
Sob o capô, há três opções de motores. A unidade testada tem um V6 3.0 Ecoboost com 400 cv de potência e 55,3 kgfm de torque máximo – em 2.750 giros –, associado a um automático de seis velocidades, com opções de trocas manuais, que envia a potência para as quatro rodas. O sistema de tração integral tem distribuição vetorial de torque. Ou seja, nativamente, o sedã roda com tração dianteira. Há também, nos Estados Unidos, opções de motor aspirado 3.7 litros de 305 cv ou um 2.7 biturbo de 335 cv. 
 
Nos Estados Unidos, os preços começam em US$ 45.160, ou seja, perto de R$ 162 mil. Mas ele pode chegar aos US$ 69.630 iniciais, valor que se aproxima dos R$ 250 mil. Para o Brasil, no entanto, não há a menor expectativa da Ford trazer o modelo para ser vendido no país.
 
Primeiras impressões
Posição de destaque
 
Cidade do México/México – Na cabine, a primeira impressão é espetacular. Os assentos são extremamente sofisticados e têm 30 posições de ajustes, além da função massagem. O couro é macio e de uma qualidade imbatível. No interior, inserções em cromo, alumínio e madeira criam um ambiente suntuoso e agradável. 
 
A central multimídia tem tela de 8 polegadas e traz o sistema Sync, com compatibilidade com Apple CarPlay. Embora sua paleta de cores seja diferente, os gráficos e menus são exatamente como os que aparecem em outros modelos da Ford. A experiência de luxo é minimizada apenas pelo acabamento dos controles de clima e de áudio, menos sofisticados do que o esperado. 
 
O Lincoln Continental é um carro que também foi projetado para proprietários que ocupam o banco traseiro. Sendo assim, a mesma qualidade dos materiais vistos na frente é repetida ali. Os bancos são reclináveis, com programas de massagem e função de aquecimento e de arrefecimento. É possível, de trás, manipular o assento do passageiro da frente, para encontrar uma posição mais confortável. Passageiros traseiros também podem controlar o ar-condicionado. 
 
O Continental é um carro silencioso e extremamente suave. Porém, ao escolher o modo de direção esportivo, a resposta do V6 é contundente quando necessário. Mesmo assim, o Continental mostra que seu ambiente não é a velocidade. A caixa de de seis marchas é lenta e limitada quando comparada às sofisticadas de oito ou até nove marchas oferecidas pela concorrência. Por outro lado, o sistema AWD com distribuição vetorial de torque garante ao Continental melhor capacidade de curvas do que o esperado. Na verdade, o modelo é tudo que um grande sedã americano de luxo deve ser: imponente, grande, macio, confortável e muito bem equipado.
 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas