MotorDream

Motos

Honda CB1000 R - Revolução vintage

17/05/2018 11:11  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Honda CB1000 R - Revolução vintage

 Nova Honda CB1000 R tem visual clássico, mas tecnologias modernas

POR JORGE BEHER, DO AUTOCOSMOS.COM
EXCLUSIVO NO BRASIL PARA AUTO PRESS
COLABOROU MÁRCIO MAIO/AUTO PRESS
 
Retrô e futurista são duas características um tanto contraditórias. Mas elas servem bem para definir a nova Honda CB1000 R Neo Sports Cafe. A linha 2018 da moto, que foi apresentada pela fabricante nipônica no ano passado, no Salão de Milão, deixou para trás o estilo naked visto até então no modelo para adotar um estilo inspirado nas motocicletas Café Racer. Só em uma visão extremamente contemporânea e – como não poderia deixar de ser, em função das origens da fabricante – japonesa. A revitalização nítida fez a moto incorporar uma série de melhorias bastante significativas, suficientes para justificar uma renovação tão inesperada.
 
A começar pelo próprio motor, herdado da exuberante CBR1000 RR Fireblade, mas amansado. Em vez de 192 cv e 11,8 kgfm oferecidos na superesportiva, na Sports Café, o motor de quatro cilindros com 998 cc entrega apenas 145 cv de potência e 10,6 kgfm de torque. O modelo tem acelerador eletrônico com quatro modos de pilotagem – para chuva, direção padrão, condução esportiva e um último personalizável – que atuam sobre as configurações de potência, freio motor e controle de torque. A compressão foi elevada, os pistões são forjados e tanto a alimentação quanto os dutos de admissão e escape foram modificados. Tudo para adequar a CB1000 R às normas de emissões e, consequentemente, melhorar seu desempenho e eficiência. Soma-se aí a transmissão de seis marchas com relações mais curtas e uma nova embreagem deslizante e assistida, com modo antibloqueio – o que certamente contribui para uma sensação de pilotagem mais recompensadora.
 
As rodas têm 17 polegadas e a iluminação é em led. Painéis de alumínio escovado adicionam requinte à estética do modelo. O quadro de instrumentos exibe uma luz que indica o momento certo de reduzir ou passar a marcha à frente. Ele também sinaliza qual o modo de pilotagem está acionado, além de indicar em que velocidade a transmissão está atuando. 
 
Dinamicamente falando, a nova CB1000 R Neo Sports Café é 12 kg mais leve que sua antecessora naked e mais compacta. Para isso, são utilizados garfos e amortecedores Showa na suspensão. E a Honda quer adicionar uma dose extra de luxo à nova Café Racer, com uma versão de topo capaz de aquecer as mãos do piloto e que oferece um pacote especial de acessórios. A CB1000R já é vendida na Europa e seu preço por lá parte de 13.250 euros, ou seja, algo em torno de R$ 55 mil. Esse preço, adicionado de impostos, levariam o preço do modelo no Brasil próximo dos R$ 100 mil, que reduz muito as possibilidades de passar a ser importado.
 
 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas