MotorDream

Testes

Teste: Nissan Leaf - O futuro presente

10/05/2018 16:12  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Teste: Nissan Leaf - O futuro presente

 Novo Nissan Leaf, que chega ao Brasil em 2019, ganha em autonomia e segurança

por Carlo Valente, do Infomotori.com
exclusivo no Brasil para Auto Press
colaborou Daniele Ramiro/Auto Press
 
As boas notas que a nova geração do Nissan Leaf vem conseguindo nos testes de segurança na Europa estão servindo para que o carro elétrico se estabeleça ainda mais em todo mundo. Mas não foi apenas em segurança que o Leaf melhorou em comparação à primeira geração. Agora, com nova bateria de 40 kW/h, a autonomia declarada finalmente chega para tocar os 380 km no circuito NEDC, o que no dia a dia representa uma condução de 300 km. O modelo anterior era capaz de fazer 160 km. A recarga também ficou mais rápida. Agora, é possível “encher” 80% das baterias em apenas 40 minutos. Esta nova geração do carro elétrico mais vendido do mundo, apresentada no ano passado, deve chegar ao Brasil em 2019.
 
Assim como seu nome em inglês, “Leaf” que significa folha, o carro é leve e mostra bastante agilidade. Com um motor 100% elétrico, ou seja, de emissão zero de CO2, ele é capaz de entregar 150 cv e 32,6 kgfm de torque. Em relação às medidas, o carro é um hatch médio típico, com 4,48 m de comprimento, por 1,79 m de altura e 2,70 m de entre-eixos. O espaço interno permite uma viagem confortável para quatro adultos e uma criança – inclusive pelo porta-malas com capacidade para 435 litros. Ele pesa 1.610 kg e tem velocidade máxima indicada de 144 km/h, enquanto a aceleração de zero a 100 km/h ocorre em 7,5 segundos. É um bom resultado e permite uma dirigibilidade honesta tanto na cidade como em estradas montanhosas. O interior se assemelha muito com o do sedã Sentra, da montadora japonesa.
 
O Leaf de segunda geração tem um design mais rígido e esportivo. E corresponde a isso dinamicamente, pois da primeira para a segunda geração ganhou dirigibilidade e aderência, que geram maior sensação de segurança e esportividade. Na Europa, a Nissan oferece o carro por 33 mil euros, competitivo para o mercado de lá. Já aqui no Brasil, a montadora aguarda incentivos fiscais para baratear o carro, que hoje custaria algo em torno de R$ 200 mil. 
 
O hatch médio da Nissan usa a tecnologia e-pedal, a mesma do BMW i3. Ou seja: concentra as funções de aceleração e frenagem apenas no pedal do acelerador, como se tivesse um freio-motor muito forte. Outra tecnologia presente que auxilia o motorista é a direção assistida e o estacionamento automático. Em relação à segurança a Nissan fez seu dever de casa e o Leaf 2018 tirou nota máxima nos testes de segurança que foram divulgados pela Euro NCAP, responsável pelos parâmetros de segurança do setor automotivo.
 
Nesta leva de testes, a segunda geração do carro japonês foi avaliada a partir de critérios bem mais exigentes que as que o modelo anterior enfrentou. Itens como seis airbags, controles de estabilidade e frenagem automática e avisos para cinto de segurança garantiram uma avaliação de 93 em 100 para adultos. Para as crianças, a nota foi de 86 em 100 já que o hatch elétrico vem com ganchos Isofix, que permitem o encaixe de cadeirinhas, em dois lugares dos três assentos traseiros. Em relação à detecção de ciclistas e pedestres em ambientes noturnos, o carro também ganhou nota máxima.
 
Primeiras impressões
Autonomia certa
Roma/Itália – Ao conduzir a segunda geração do elétrico mais vendido no mundo, as impressões são claramente positivas. Isso porque a Nissan conseguiu melhorar significativamente os limites da primeira geração, tornando o Leaf 2018 ainda mais próximo das necessidades dos consumidores de todo mundo. O aumento da capacidade das baterias foi um dos grandes pontos que o hatch teve a seu favor, dando mais autonomia para o carro. A tecnologia presente é similar à encontrada hoje em automóveis de segmentos superiores e por isso, chamam a atenção.
 
Sucesso em todo o mundo e na vanguarda dos veículos elétricos, o Leaf 2018 torna a condução divertida. Na estrada, a segunda geração do Nissan Leaf se comporta como um carro mais maduro do que o primeiro. O que muda da primeira para a segunda geração é, acima de tudo, a dirigibilidade e a aderência à estrada. 
 
O Nissan Leaf oferece uma garantia considerada forte, que assegura a bateria por oito anos ou 160 mil km enquanto a garantia em todo o veículo é de 36 meses ou 100 mil km. Além da boa cobertura, o novo Nissan Leaf é um carro confortável, com uma direção estável, excelente frenagem combinada e uma facilidade de condução notável, aumentada ainda pela transmissão automática. As vantagens na Europa incluem ainda seguro mais baixo e manutenção praticamente ausente. Além disso, poder viajar em total silêncio é realmente uma sensação ímpar que só um carro totalmente elétrico permite experimentar. 
 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas