MotorDream

MotorZine

General Motors é acusada de fraude em testes de emissão de poluentes na América do Norte

01/06/2017 13:00
Envie por email

Da redação

A General Motors está sendo acusada de usar um dispositivo para fraudar testes de emissão de poluentes na América do Norte. O esquema envolve mais de 700 mil picapes a diesel equipadas com motores Duramax. De acordo com o portal Bloomberg, os dispositivos permitiriam às picapes passarem pelos testes. Nas estradas e ruas, porém, em situação normal de uso, os automóveis produzem até cinco vezes mais poluentes que o permitido por lei. Nos Estados Unidos, a montadora teria instalado pelo menos três softwares em dois modelos, a Chevrolet Silverado HD e a GMC Sierra HD, entre 2011 e 2016.

 

Não é a primeira vez que casos de fraudes em testes de emissões acontecem. A Volkswagen foi condenada por fazer o mesmo esquema em 2014 nos seus modelos com motor TDI, o mesmo da Amarok vendida no Brasil. FCA, Mercedes-Benz, Renault e PSA também foram acusadas pelo mesmo motivo. O processo, que tem 190 páginas, denuncia que os motores GM podem causar impacto ambiental ainda maior, já que possuem mais capacidade volumétrica que os envolvidos de outras marcas. 

 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas