MotorDream

Testes

Teste: Focus RS - Ferocidade com pedigree

20/04/2017 09:00  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Focus RS tem 350 cv, direção “violenta” e visual ostensivamente esportivo

por Rubén Hoyo
do Autocosmos.com/México
exclusivo no Brasil para Auto Press

Tamanho compacto, motor poderoso, transmissão manual, tração integral e roupagem inspirada na esportividade. Essas características descrevem perfeitamente a terceira geração do Ford Focus RS. A sigla que compõe o nome do hatch significa “Rallye Sport” e representa uma variante de muito prestígio originalmente concebida pela divisão Advanced Vehicle Operations da marca. Um verdadeiro certificado de tradição.
Esteticamente, o Focus RS tem aparência “feroz” e nada sutil. É substancialmente mais largo que a variante comum – o que impacta negativamente no ângulo de esterçamento. As grandes rodas de 19 polegadas esmaltadas na cor preta se sobrepõem às pinças de freio pintadas na mesma cor “Azul Nitro” do resto carroceria. A parte frontal conta com entradas de ar de tamanho maior que o comum – necessárias para a refrigeração do intercooler. Para completar o visual “Sport”, a traseira é composta por escapamento de dupla saída e por um imenso e chamativo aerofólio de quatro pontos de fixação.
Por dentro, o que mais se destaca no Focus RS são os assentos frontais tipo concha assinados pela Recaro. Embora agradem visualmente, eles não contribuem para a comodidade, já que não foram pensados para trajetos muito longos. Outro detalhe interessante é a presença de três medidores na parte superior do cluster, que dão informações como temperatura do óleo e pressão do turbo. Fora isso, o habitáculo é igual ao do Focus comum, com o mesmo desenho e nível de acabamento. 
A potência no Focus RS é proveniente de um quatro cilindros da família Ecoboost de 2.3 litros – o mesmo do Mustang Ecoboost, mas com algumas modificações no turbo e intercooler. Esse motor é capaz de gerar 350 cv e tem torque de 44,24 kgfm. Uma cifra que, de acordo com a fabricante, pode “catapultar” o hatch aos 100 km/h, partindo da imobilidade, em 4,7 segundos.
A atual geração do Focus se encontra praticamente no final de sua vida, já que em 2018 será lançada outra geração. Uma novidade com a chegada do novo carro é o regresso da transmissão automática tradicional de dez velocidades com conversor de torque. Por enquanto, o modelo é vendido nos Estados Unidos por US$ 36.120, cerca de R$ 112 mil. A Ford não tem planos de trazer o hatch esportivo para o Brasil. (Colaboração de Victor Alves/Auto Press)

Primeiras impressões

Duro como pedra
 
Cidade do México/México - Atrás do volante, o Ford Focus RS é um carro pouco amigável para uso diário. O pedal da embreagem é duro, assim como o ajuste da suspensão. São fatores positivos quando o assunto é esportividade, mas que penalizam os quesitos comodidade e conforto.
 
A resposta do motor de 350 cv é contundente. Ele empurra com vigor o carro e tem fôlego de sobra. As acelerações são impressionantes, assim como sua capacidade de fazer curvas: situação que garante boas doses de adrenalina e divertimento.
 
A potência é administrada por uma transmissão manual de seis velocidades. O peso do pedal é tão duro que se torna inviável dirigir o carro por longos engarrafamentos. O conjunto da tração integral conta com um sistema que evita a entrega do total de torque às rodas de trás – o que evita acidentes causados por saída de traseira.
 

 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas