MotorDream

Lançamentos

McLaren 720S - Novo e bruto

23/03/2017 11:00  - Fotos: Divulgação
Envie por email

McLaren revela superesportivo 720S com motor de 720 cv

por Victor Alves
Auto Press

Desde que retomou a produção de esportivos, em 2011, a McLaren lançou um total de seis modelos de rua. O portfólio da marca foi dividido em séries: a primeira, Sports Series, é composta por modelos de entrada como 540C, 570S e 570GT. A segunda, Super Series, compreende os carros intermediários, sendo eles o 650S e o 675LT. Já a terceira é representada pelo apimentado P1, híbrido, com propulsor de nada menos que 916 cv. Agora, a fabricante britânica apresenta um novato que vai substituir o 650S: O McLaren 720S. O novo modelo, apresentado recentemente no Salão de Genebra, revela uma nova identidade visual da marca e chega com muitas novidades.

A característica que mais chama atenção no 720S é o design. O superesportivo conta com formas agressivas e ao mesmo tempo sofisticadas. Na frente, os faróis são pequenos, mas se encontram dentro de uma espécie de cavidade de tamanho maior. Esse conjunto esboça uma aparência “invocada” ao carro. Além de contribuir para o visual agressivo, essas cavidades servem de dutos aerodinâmicos: uma demonstração de que a McLaren adota a política da funcionalidade sem descartar a estética. A traseira incorpora um aerofólio que se arma em menos de meio segundo e pode funcionar como freio aerodinâmico em frenagens de alta velocidade.

Outro detalhe curioso é a ausência das entradas de ar para o radiador. Na verdade, elas existem, mas estão escondidas na camada da porta e só podem ser vistas sob determinado ângulo de abertura. As portas, aliás, têm abertura para cima e “roubam” parte do teto quando se abrem, o que facilita a entrada e saída do carro.

O propulsor do McLaren 720S é um V8 4.0 litros biturbo retrabalhado. Esse motor carrega 41% dos componentes renovados em relação ao modelo de 3.8 litros do qual foi originado. O trem de força agora tem pistões e bielas mais leves e novos turbocompressores. Com isso, o 720S ficou dotado de 720 cv de potência e 78,5 kgfm de torque. Assim, o superesportivo pode chegar aos 100 km/h, partindo da imobilidade, em 2,9 segundos. A velocidade máxima fica em 341 km/h. A transmissão é de dupla embreagem e tem sete marchas.

Em relação ao seu antecessor 650S, o McLaren 720S perdeu 87 kg. Isso se deu graças ao uso de uma nova versão da estrutura Monocage da marca, composta de célula de fibra de carbono que garante rigidez e leveza ao mesmo tempo. Além disso, a engenharia do superesportivo dispensou elementos como a barra estabilizadora. Esse componente foi substituído por um sistema hidráulico que interliga todos os amortecedores: só essa medida eliminou 16 kg do veículo. O resultado foi um peso total de 1.283 kg, contra 1.370 kg do 650S.

O novo McLaren 720S tem também equipamentos bastante interessantes. Por dentro, o destaque vai para o painel adaptativo: ao dirigir o carro no modo “race”, o motorista vê apenas os mostradores digitais com informações como conta-giros, indicador de marchas e velocímetro. Em modo de condução normal, o painel mostra informações mais completas, com indicadores mais habituais. Outra característica do interior do superesportivo é o sistema de recepção ao motorista: ao entrar no carro, o painel de instrumentos dá boas-vindas e uma tela retrátil no cluster é acionada.

O preço do McLaren 720S na Europa aumentou cerca de 145 mil euros em relação ao antecessor 650S. O novo superesportivo está cotado em aproximadamente 386 mil euros – cerca de R$ 1.288.506 em conversão direta.

 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas