MotorDream

Testes

Teste: Mercedes-Benz Classe E Estate - Aparência com substância

11/11/2016 09:12  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Teste: Mercedes-Benz Classe E Estate - Aparência com substância

Mercedes-Benz Classe E Estate fica mais bonito e continua funcional em sua nova geração

por Guido Rubagotti
do infomotori.com/itália
Exclusivo no Brasil para Auto Press


Com a ascensão global dos utilitários esportivos, os station wagons praticamente sumiram do mercado. Uma das poucas marcas que ainda acredita no segmento é a Mercedes-Benz, que após 50 anos do lançamento de sua primeira “perua”, anunciou a nova Classe E Estate, baseada na décima geração do modelo de mesmo nome. Apesar da previsível semelhança com os outros modelos, por conta da identidade visual da marca, nota-se que é um Classe E de longe.



Se anteriormente esses carros sacrificavam o design para otimizar o espaço interno, isso não acontece mais. O novo station wagon da Mercedes perdeu 130 litros de espaço no porta-malas em benefício de um visual mais elegante e esportivo da traseira. Ainda assim, estão disponíveis 640 litros de espaço para bagagem com assentos traseiros levantados, que se transformam em 1820 litros, quando eles são rebatidos.



Uma análise estética mais apurada deixa claro que a perda de espaço foi ínfima em comparação com o salto em termos de beleza. O modelo é semelhante ao sedã, começando pelos motores até nos acabamentos e painel. As duas telas enormes unidas por uma única em vidro fazem o papel de mostrador e central multimídia, possibilitando diversos tipos de personalização.



No entanto, o destaque do novo Classe E Estate é o aspecto tecnológico. Ele utiliza o Intelligent Drive, um sistema mais avançado e importado da linha superior Classe S, que contribui ativamente para o motorista na condução. Não só monitorando continuamente a velocidade e a distância do veículo da frente, mas também girando o volante sem a interferência do motorista, utilizando para isso todos os sensores de que ele tem. Mas não se trata de um sistema autônomo de condução e sim um assistente. As mãos devem estar sempre no volante. Assim, o novo Classe E Estate segue fielmente a estrada sem a intervenção do motorista, com uma precisão que impressiona.

Primeiras impressões

Espaço sofisticado

Toscana/Itália – A nova versão station wagon do Classe E ficou mais ousada, moderna e bonita em comparação com os modelos anteriores. Em particular, o desenho da traseira passa mais esportividade e elegância e mostra que é possível fazer um modelo espaçoso e bonito. A redução de 130 litros no porta-malas não faz falta, levando em consideração a beleza e funcionalidade do conjunto.



A maior evolução é, sem dúvida, no aspecto tecnológico. O aparato chega a ser assustador. Caso, por exemplo, do novo do Intelligent Drive, sistema eletrônico que segue fielmente a estrada sem a intervenção do motorista, com uma precisão incrível. Na verdade, depois de um tempo, a experiência de direção fica mais relaxada e permite que o motorista até se concentre em outras coisas. Sempre com a consciência de que tudo está sob controle.



Mas mesmo com toda tecnologia e ergonomia, o novo Classe E Estate também tem lá os seus “pecados”. A alavanca de controle de velocidade fica atrás do volante, obrigando o motorista a memorizar suas funções caso deseje utilizar o dispositivo sem perder a atenção no caminho. Falta também um sistema de abertura do porta-malas sem mãos, solução prática e disponível em carros infinitamente mais simples que o modelo alemão.


 

 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas