MotorDream

Indústria

Entrevista: Gabriel Patini e os rumos da Jaguar Land Rover no Brasil

19/04/2016 20:40  - Fotos: Luiz Humberto Monteiro Pereira/Carta Z Notícias
Envie por email

Entrevista: Gabriel Patini e os rumos da Jaguar Land Rover no Brasil
Diretor de marketing de produto do grupo analisa mercado nacional e as expectativas para a inauguração da fábrica no Rio de Janeiro
 
por Luiz Humberto Monteiro Pereira
Auto Press
 
Quando a Jaguar Land Rover anunciou que construiria sua fábrica em Itatiaia, na região Sul do estado do Rio de Janeiro, o mercado nacional girava próximo aos 3,5 milhões de carros vendidos por ano. Agora, às vésperas da inauguração de unidade industrial brasileira, que será no segundo semestre, o mercado local para 2016 é estimado em 2 milhões de unidades. Mas a “derrapagem” do mercado local aparentemente não desanima os representantes do grupo inglês no Brasil. “Quando se investe em uma fábrica de automóveis, é preciso vislumbrar o longo prazo. Estamos investindo R$ 750 milhões em Itatiaia e obviamente não podemos mudar o curso de um investimento tão grande se o país tem dois ou três anos ruins”, explica Gabriel Patini, que trabalha na Jaguar Land Rover desde 2005 e há dois anos é diretor de marketing e produtos da América Latina. Patini é formado em Administração pela PUC/SP, com pós-graduação pela ESPM e MBA pela Warwick University, do Reino Unido. 
 
P - Como anda o desempenho da Jaguar Land Rover num mercado em forte retração como o brasileiro?
 
R - A projeção do mercado de 2016 é em torno de 2 milhões de veículos, o que representará uma queda de 25% a 30% em relação a 2015. No primeiro trimestre, a queda foi de 28% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, que já foi bem ruim. No ano passado, o mercado premium ainda cresceu 22% mas, esse primeiro trimestre, já apresenta uma retração de 18%. A Jaguar Land Rover cresceu 4,5% nesse primeiro trimestre de 2016, muito por conta das novidades na Jaguar, que passou a atuar em novos segmentos e faixas de preços. A Land Rover se manteve estável, mas a Jaguar quase dobrou as suas vendas.
 
P - Como a Jaguar Land Rover vê as perspectivas para o Brasil?
 
R - A gente vê um país onde existem algumas dificuldades a serem resolvidas no âmbito macroeconômico, mas que ainda tem muito potencial de crescimento. Temos previsões de agências internacionais que falam em um mercado brasileiro de 5 milhões de carros/ano entre 2025 e 2030. A atual participação do segmento premium gira entre 2% e 3% desse volume. Quando se pensa um percentual de 3% em um mercado de 5 milhões de veículos/ano, dá um volume de vendas muito maior que o atual. Em mercados mais maduros, como Europa e Estados Unidos, e até outros mercados em desenvolvimento, como Índia e Rússia, a participação do segmento premium é próxima aos 10% do volume total. Quando se faz essa projeção de 10% sobre um mercado de 5 milhões de carros, dá 500 mil carro anuais. No ano passado, o segmento premium no Brasil vendeu 60 mil carros. Ou seja, há um potencial de aumentar o mercado em quase dez vezes em um período de médio e longo prazo. .

P - Já estão definidos dois produtos da marca Land Rover que serão fabricados em Itatiaia: o Discovery Sport e o Range Rover Evoque. E quanto à marca Jaguar, há alguma definição?
 
R - Não há confirmação de produção de modelos da marca Jaguar na fábrica de Itatiaia. No momento, não está nos planos, mas também não descartamos a possibilidade. Por enquanto, está definida a fabricação apenas do Discovery Sport e o do Range Rover Evoque. Obviamente os volumes de produção talvez não sejam os previstos anteriormente, em virtude das mudanças do panorama automotivo brasileiro. 
 
P - Entre os veículos importados, quais são as novidades para 2016 das duas marcas?
 
R - Em 2016, já lançamos o Jaguar XF novo, em fevereiro, e as primeiras entregas  estão sendo feitas. Vamos ter ainda, na segunda metade do ano, o SUV da Jaguar, que é o F-Pace. Será o próximo lançamento mundial da Jaguar. Da Land Rover, teremos o Evoque conversível no final do ano, em novembro ou dezembro. A Europa já terá o carro disponível a partir de junho. No Brasil, será apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.

P - Em termos de rede, como estão os planos de expansão, em virtude da implantação da fábrica brasileira?
 
R - Desde o final de 2014, estamos implantando no Brasil o novo design internacional das lojas, que inclui um novo padrão arquitetônico. Inclusive a primeira loja a adotar esse novo padrão no mundo foi a de Alphaville, na Grande São Paulo. Hoje temos 35 concessionários brasileiros e até o final do ano todos eles venderão modelos das marcas Jaguar e Land Rover. Ainda existem pontos no Brasil onde abriremos lojas nos próximos meses. Imaginamos que com uma rede de 42 concessionárias seja possível atender a demanda atual. Há praças nas regiões Nordeste e Norte que ainda não atendemos e também algumas cidades de médio porte, como São José dos Campos, onde pretendemos criar novos pontos de venda.
 
P - Como a Land Rover pretende realizar essa “mudança de status” de marca importada para marca com fábrica no Brasil?
 
R - Nossa intenção é ter em Itatiaia uma qualidade de produto superior à matriz. Nosso diretor de produção está empenhado nessa tarefa e nós já percebemos que é possível atingir essa meta. Quando inaugurarmos a fábrica brasileira, vamos sair com uma campanha que vai mostrar que um Land Rover é o carro perfeito para o Brasil. É o carro que possibilita explorar o país com conforto, segurança e elegância, e coisas que outras marcas não conseguem. Quando se pensa no Brasil, se pensa em terrenos acidentados, em estradas não tão boas, mas em ambientes de uma natureza muito bonita e exuberante. O Land Rover feito no Brasil é o carro perfeito para explorar esse potencial turístico. Vamos convidar o consumidor brasileiro a conhecer as belezas do país com os produtos Land Rover.
 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas