MotorDream

Motos

Teste: Honda CB 500F e Honda CBR 500R - Outros quinhentos

28/02/2013 13:44  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Teste: Honda CB 500F e Honda CBR 500R - Outros quinhentos

Novas integrantes da família de 500 cilindradas da Honda, CB 500X, CB 500F e CBR 500R tem mais semelhanças que diferenças

por Michael Figueredo
Auto Press


A Honda resolveu renovar a oferta de motos na faixa das 500 cilindradas na Europa e nos Estados Unidos. No último Salão da Motocicleta de Milão, em novembro do ano passado, a fabricante apresentou três novos modelos – a naked CB 500F, a CBR 500R e a trail CB 500X. Para otimizar tempo e dinheiro, foi criada uma plataforma completamente nova, sobre a qual foram montados três produtos com objetivos distintos. As motos compartilham 90% dos componentes, incluindo o motor. Diferenças mesmo, apenas no exterior.

 As mais interessantes são as duas primeiras. A CBR 500R parece uma “versão reduzida” da superesportiva CBR 1000RR, com carenagem agressiva e mais aerodinâmica, com aspecto “nervoso”. Tirando a “roupa”, o resultado é a naked CB 500F, que combina um pouco da aparência das esportivas com a posição de pilotagem mais elevada.



Ambas as motocicletas têm absolutamente a mesma configuração mecânica. A gama usa um motor totalmente novo – bicilíndrico, refrigerado a água, com quatro válvulas por cilindro e duplo comando do cabeçote. De acordo com a Honda, o propulsor foi projetado para melhorar o consumo de combustível e aumentar a força em baixos giros. A unidade, de 471 cm³, entrega potência de 48 cv a 8.500 rpm  e torque de 4,3 kgfm disponíveis já em 7 mil giros. O propulsor trabalha em conjunto com uma transmissão de seis velocidades e a fabricante afirma que consumo atinge 27 km/l.

A suspensão dianteira do trio tem um garfo telescópico de 41 milímetros, não ajustável. Na traseira, pro-link com amortecedor monochoque e pré-carga da mola ajustável. As rodas são de liga leve e o sistema de frenagem é composto por um disco simples de 320 mm em forma de pétala na frente e um de 240 mm com pinças flutuantes atrás. O ABS é de série nas três motos.



Na mesma gama, ainda existe a CB 500X, que visualmente lembra bastante a NC 700X e que compartilha a mecânica com CB 500F e CBR 500R. De acordo com a Honda, não há previsão de lançamento dos novos modelos no Brasil.              



Impressões ao pilotar

Honda CB 500F e Honda CBR 500R


Além da mesmice

por Carlo Valente
InfoMotori/Itália
exclusivo para Auto Press


Barcelona/Espanha
- As especificações técnicas da Honda CB 500F não anunciam nada de especial. Talvez, por isso, a moto surpreende com o desempenho que oferece. Além da fácil condução, a entrega suave de potência, o baixo peso, o assento rebaixado e a modulação progressiva do freio dão a sensação de se estar pilotando algo além de “meras” 500 cilindradas. E a presença de freios com ABS é digna de nota, principalmente quando se olha para o bom preço cobrado pela Honda na Europa – 5.500 euros, equivalente a R$ 14,2 mil.

No entanto, a moto que ofereceu mais tempo para ser experimentada foi a CBR 500R. Mas as duas versões são basicamente a mesma coisa, já que dividem motor e plataforma, com alterações apenas na posição de condução. O trajeto montanhoso repleto de curvas onde, além da baixa temperatura e do cair da noite, há o chão molhado pela chuva, obriga a uma condução mais pacata. É também uma boa oportunidade para comprovar a eficiência dos freios com ABS e das manoplas aquecidas, ambos de série.



Depois de percorrer 100 km, hora de pilotar na pista do Parcmotor di Castellolì, um belíssimo circuito que mistura longas retas com curvas fechadas e de alta velocidade. Não foi um teste de longa duração, mas o suficiente para entender que a CBR 500 R é uma ótima opção para quem quer ter o primeiro contato com a velocidade. É claro que não sobra potência, mas diversão é o que não falta.



Ficha técnica

Honda CB 500F e Honda CBR 500R


Motor: Gasolina, quatro tempos, 471 cm³, dois cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote e injeção eletrônica.
Câmbio: Manual de seis marchas com transmissão por corrente.
Potência máxima: 48 cv a 8.500 rpm.
Torque máximo: 4,3 kgm a 7 mil rpm
Diâmetro e curso: 67.0 mm x 66.8 mm.
Taxa de compressão: 10,7:1
Suspensão: Garfo telescópico de 41 mm com 153,3 mm de curso. Traseira do tipo monochoque com pré-carga da mola ajustável.
Pneus: 120/70 R17 na frente e 160/60 R17 atrás.
Freios: Disco simples de 320 mm em forma de pétala, pinça com pistão duplo na frente e disco simples de 240 mm em forma de pétala, pinça com pistão simples na traseira.
Dimensões: 2,07 metros de comprimento total, 0,74 m de largura, 1,17 m de altura, 1,41 m de distância entre-eixos e 0,79 m de altura do assento.
Peso: 193 kg.
Tanque do combustível: 15,7 litros.
Produção: Tailândia
Lançamento mundial: 2012.
Preço na Europa:
CB 500F: 5.500 euros, equivalente a R$ 14,2 mil; CBR 500R: 6.200 euros, o equivalente a R$ 16 mil.

Veja mais: Honda apresenta a nova F6B inspirada na clássica Gold Wing
Veja também: Honda entra na briga das maxitrails com a VFR 1200 X Crosstourer








 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas