MotorDream

Indústria

Fábrica da Fiat já mudou a realidade da pernambucana Goiana

14/06/2012 09:45  - Fotos: Reprodução e Jornal do Commercio
Envie por email

Fábrica da Fiat já mudou a realidade da pernambucana Goiana

Município pernambucano está em polvorosa com o início das obras da nova fábrica da marca italiana no Brasil

por Túlio Moreira
MotorDream


A Fiat começou as obras de construção de sua fábrica no município de Goiana, em Pernambuco, em abril. Apesar do pouco tempo, a empreitada já transformou a realidade da cidade de 75 mil habitantes, localizada a 62 km da capital Recife e a 51 km de João Pessoa, capital da vizinha Paraíba. De acordo com o Jornal do Commercio, a indústria automotiva se tornou a pauta do dia entre os moradores do lugar, tomando o lugar da cana-de-açúcar, que reinava absoluta antes de a marca italiana optar pelo município, em vez de Suape, onde a pedra fundamental foi erguida em dezembro de 2010.

Segundo a publicação pernambucana, a obra da Fiat já fez o mercado imobiliário disparar, despertou o surgimento de novos negócios de pequenas e grandes empresas e tem feito cortadores de cana se enveredarem pela construção civil. O terreno total, de 440 hectares, demandará a contratação de 7 mil trabalhadores para a construção do prédio principal e das outras estruturas que farão parte do complexo industrial. Quando já estiver em funcionamento, em março de 2014, a fábrica deve gerar 4.500 empregos diretos e provavelmente irá absorver boa parte da mão de obra envolvida na etapa de construção.

Além disso, a fábrica de Goiana criará toda uma cadeia de fornecedores na região e também influenciará a economia da Paraíba, diante da proximidade da cidade com a divisa do estado. Outra tendência é a Fiat passar a considerar Pernambuco para a realização de eventos e encontros de executivos. O lançamento da linha 2013 de Siena EL, Palio Weekend e Strada, por exemplo, ocorreu esta semana na capital Recife e reuniu jornalistas de todo o Brasil e os principais executivos da marca italiana no país.

A Fiat já anunciou também que pretende adotar a “pernambucalização” da fábrica, que consumirá investimentos totais de R$ 4 bilhões. Com isso, a marca tentará repetir no Nordeste o modelo adotado para a unidade de Betim, em Minas Gerais, desde a década de 1970. A postura, conhecida por lá como “mineirização”, incentivou fabricantes de componentes e peças nas cercanias de Betim, e atualmente 70% dos fornecedores da fábrica estão situados em Minas. Em Goiana, a iniciativa pode estimular a criação de um pólo automotivo e atrair outras marcas para a região.

Veja mais: Fábrica da Fiat em Pernambuco pode receber financiamento do BNDES
Veja também: Fiat contrata trabalhadores da Paraíba para fábrica pernambucana


 

 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas