MotorDream

Comunidades

Carro antigo é coisa de museu?

12/03/2012 16:00  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Carro antigo é coisa de museu?

Com melhorias estruturais, clássicos podem se tornar aptos para encarar o trânsito cotidiano das grandes metrópoles

por Túlio Moreira
MotorDream


A preparadora 12VoltBoost quer desmistificar a máxima de carros antigos precisam ser guardados em museus ou coleções particulares para permanecerem conservados. A ideia é customizar clássicos de décadas passadas e prepará-los para enfrentar as ruas – diariamente. O primeiro produto desta nova tendência é um exemplar 1979 da Ford F-100, que ganhou modificações estruturais para aguentar o batente cotidiano.

Para se tornar apta para as ruas novamente, a picape dos anos 70 recebeu uma série de melhorias e mudanças. A caixa de câmbio e a relação de diferencial foram trocadas pelo conjunto do Maverick GT. O sistema de ignição por meio do platinado deu lugar à ignição eletrônica. Rolamentos de rodas, freios, embreagem e radiador também foram substituídos. A suspensão foi rebaixada em 10 cm e molas e ganhou molas e amortecedores novos.

O motor OHC 2.3 litros foi mantido, após passar por uma retificação. O propulsor foi lançado em 1974 e utilizado pela Ford até 1989. A premissa era oferecer uma motorização mais eficiente para o dia-a-dia, no lugar dos imponentes – e beberrões – motores V8 que dominavam entre as picapes norte-americanas daquele tempo. Nos EUA, o OHC 2.3 também esteve presente em modelos como Mustang e Thunderbird.

Por fora, o toque de customização ficou a cargo da adição da grade dianteira da F-100 norte-americana de 1967, pintada em tom grafite. A grade recebeu faróis com lentes fumê e setas com iluminação por leds. No interior, o destaque fica por conta dos bancos revestidos em couro caramelo, inspirados pelo Mustang dos anos 1960. O volante em alumínio completa o aspecto nostálgico e original da picape.

A 12VoltBoost levou um ano para deixar a F-100 1979 apta para encarar o trânsito intenso das grandes metrópoles do século 21. De acordo com o engenheiro Wladimir Dias, que comanda a preparadora e transformou a picape em seu carro de uso diário, as antiguidades sob rodas não estão mais condenadas à exibição estática entre quatro paredes.

Veja mais: Preparadora alemã cria BMW S 1000 RR inspirada no filme Mad Max
Veja também: Range Rover Evoque Cabriolet ganha tempero alemão na Suíça

 

 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas