MotorDream

Ônibus e Caminhões

Caminhões: Mercedes-Benz Atron continua bom de bico

11/11/2011 16:00  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Caminhões: Mercedes-Benz Atron continua bom de bico

A inédita linha Atron mantém a tradição dos caminhões bicudos da Mercedes-Benz no Brasil

por Túlio Moreira
Auto Press

A obrigatoriedade do padrão Euro 5 a partir de janeiro de 2012 motivou uma série de renovações na gama de caminhões da Mercedes-Benz. Como quase todas as empresas do setor, a marca da estrela de três pontas não se limitou apenas a adotar a motorização adequada aos novos índices de emissão de poluentes. A fabricante alemã optou por atualizar também design, interior e oferta de equipamentos de seus modelos para o mercado brasileiro. Uma das novidades, no entanto, tem a missão de preservar uma tradição da marca no Brasil. A inédita linha Atron substitui a consagrada linha L para alguns modelos – mantendo a clássica configuração de cabine semiavançada, com o motor à frente do cockpit, e popularmente conhecida como “caminhão bicudo”. A nova linha inclui veículos médios, semipesados e pesados.

O semipesado Atron 2324 6X2 é uma das apostas da Mercedes-Benz. O modelo substitui o L 1620 6X2, que foi lançado em 1996 e ostenta o título de caminhão mais vendido do Brasil por oito vezes. Graças ao baixo custo operacional e à manutenção simplificada, o bicudo 6X2 é bastante apreciado por trabalhadores autônomos, também atraídos pelo valor de revenda e pela resistência do caminhão em condições severas de utilização, como transporte de cargas em estradas. A marca evita estimar volume de vendas, por causa da dificuldade em prever o comportamento do mercado diante do aumento de preços imposto pela vigência do Euro 5.

A Mercedes-Benz calcula que a adoção dos motores Euro 5 com o sistema de pós-tratamento dos gases de escape por redução catalítica seletiva (SCR), somada ao design renovado e ao novo padrão de acabamento interno, irá encarecer os preços da linha Atron em torno de 6% a 8%, na comparação com a gama L. Mais dois modelos completam a oferta de bicudos da marca: o médio Atron 1319 4X2 substitui o L 1318 e o pesado Atron 1635 4X2 cavalo mecânico assume o posto ocupado pelo LS 1634. O pesado Atron 2729 6X4, com a frente chapada, fica no lugar do L 2726.

Além da aplicação para transporte rodoviário de cargas, os caminhões Atron podem ser empregados em operações fora-de-estrada, em setores como construção civil e mineração. Os modelos rodoviários ganharam reforço de policarbonato no conjunto óptico, para proteger os faróis em caso de impactos e condições adversas, como poeira e altas temperaturas. A linha 2012 recebeu ainda painel de instrumentos, volante e bancos reformulados, para proporcionar mais ergonomia e espaço interno ao condutor em médias e longas distâncias.

Assim como os renovados Accelo, Atego, Axor e Actros, o estreante Atron tem a missão de colocar a Mercedes-Benz de volta ao primeiro lugar entre as fabricantes de caminhões no Brasil. A liderança foi perdida há nove anos para o grupo MAN/Volkswagen. Nos últimos anos, o “best seller” L 1620 6X2 também não tem exibido o fôlego que sustentou em seu auge. Em 2007, o modelo perdeu a dianteira nas vendas para o Volkswagen Delivery 8.150, posto ocupado no ano seguinte pelo Volkswagen Constellation 24.250. Com o L 1620 caminhando para fechar 2011 em 5º lugar – com 4.699 unidades comercializadas até outubro –, a Mercedes-Benz aposta nos requisitos do Atron para manter o apreço do consumidor brasileiro pelos bicudos.


 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas