MotorDream

Motos

Teste: Ducati Diavel é inacreditável

07/02/2011 12:00  - Fotos: Infomotori/Itália
Envie por email

Teste: Ducati Diavel é inacreditável

Última cria da marca italiana combina diferentes estilos para impressionar

Por Carlo Valente

do Infomotori/Itália
exclusivo para MotorDream

A nova Ducati Diavel tenta reunir carcaterísticas de diferentes segmentos numa única moto. O lançamento da marca italiana combina uma custom com uma naked superesportiva tanto no design quanto no desempenho. O garfo dianteiro longo e curvado a deixa com uma aparência de custom, enquanto o grande motor aparente denota uma naked.

A combinação desses elementos é inédita e torna difícil enquadrar a Diavel num único segmento. O braço oscilante traseiro tem 635 mm de comprimento e é ajustável. Os freios Brembo são de duplo disco na frente de 320 mm de diâmetro e disco simples atrás com 265 mm.

A Diavel, como a Multistrada traz um sofisticado sistema que seleciona o tipo de condução da moto. O modo Urban limita a potência do motor a 100 cv, e o DTC (Ducati Traction Control) fica no modo 5 dos 8 disponíveis. No modo Touring a potência chega os 162 cv totais, mas o controle de tração ainda é no nível 3. Para liberar todo o poderio da motocicleta, o modo Sport desativa o DTC e despeja todos os 162 cv na roda traseira, fazendo a Diavel acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 2,6 segundos, tornando-a a moto mais rápida da Ducati.

Também como a Multistrada, traz o sistema Hands Free, que dispensa o uso de chave para dar a partida na moto. Diante do piloto estão uma tela LCD com velocímetro, conta-giros e marcador de combustível, e uma futurística tela colorida TFT com informações adicionais como o modo de condução, a configuração do DTC, entre outras informações. O assento principal fica a 770 mm do chão e o peso bruto chega aos 210 kg na versão básica e 207 na Carbon. Ambas estão disponíveis na Europa nas cores vermelho ou preto por 16.990 euros (R$ 38.600) na versão básica e 19.990 euros (R$ 45.400) na Carbon.



Primeias Impressões

Roma/ Itália -
Desde que foi mostrada no EICMA, a Ducati Diavel despertou dúvidas se seria realmente ganharia as ruas. O tempo passou e logo 30 exemplares do modelo estavam na frente dos jornalistas para uma bateria de testes. De cara chama a atenção o pneu traseiro com generosos 240 mm, tão grande e pesado - além de desproporcional -, que a moto não transmitia a sensação de agilidade.

O fato é que ao sair com a Diavel pela cidade, percebe-se que a aparência de mosntro não interfere na dirigibilidade. A moto se mostra fácil de dirigir e o condutor não apresenta grandes dificuldades no zigue-zague entre os carros nas ruas. A caixa de velocidades suave e precisa contribui para a boa impressão logo nos primeiros quilômetros. Ao sair do centro urbano a Ducati Diavel continua fornecendo boas impressões. Na estrada as curvas são feitas com maestria. A Diavel é simples, intuitiva e, surpreendentemente ágil. As acelerações vigorosas são dignas do MotoGP.

Em todo o percurso destaque para a segurança transmitida pela motocicleta. O desempenho dinâmico é exemplar, sem apresentar qualquer vibração imprecisões ou aspereza. O que essa moto é capaz de fazer surpreende a todos, e é quase inacreditável. Por essa razão a Ducati quer disponibilizar alguns modelos para test-drives onde os mais céticos poderão se surpreender com a sensação maravilhosa de estar em uma Ducati.

 

 

 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Existem 8 comentários
#1 - renan marques rosa dos reis
09/02/2011 - 09:51

Moto sensacional, linda. Mas creio eu que o preço divulgado acima está errado, não? Apenas 45 mil reais por uma moto de alto nível é muito pouco, se comparada com outras. O valor correto não seriam 45 mil euros?

#2 - renan marques rosa dos reis
09/02/2011 - 09:51

Moto sensacional, linda. Mas creio eu que o preço divulgado acima está errado, não? Apenas 45 mil reais por uma moto de alto nível é muito pouco, se comparada com outras. O valor correto não seriam 45 mil euros?

#3 - VICENTE DE PAULA BAPTISTA NETO
09/02/2011 - 14:16

Isso é lá fora. Aqui tem o mesmo valor só de impostos. Chegaria a R$ 90.000,00 se vendida aqui.

#4 - VICENTE DE PAULA BAPTISTA NETO
09/02/2011 - 14:17

É uma moto para curtir a estrada e SOZINHO. Onde está o espaço para garupa?

#5 - Marcio bensadon
09/02/2011 - 16:08

45.000 reais lá na Italia, aqui no Brasil com as taxas,impostos mais as margens dessas revendedoras meia boca fica uns 90.000 no minimo... De qualquer forma um Motão de respeito.

#6 - FERNANDO VOLTFER
09/02/2011 - 18:35

É UMA PENA QUE MORAMOS EM UM PAÍS DE POLITICOS LADRÕES, AONDE UMA MOTO NO PLANETA INTEIRO CUSTA R$ 45,000 E AQUI IRA CUSTAR NA MEDIA DE R$ 80,000 A R$ 90,000. UM PAÍS EM QUE SE GANHA POUCO E SE PAGA MUITO, AONDE PAGAMOS IPVAS E SEGURO OBRIGATORIO CARÍSSIMOS PARA ANDARMOS EM UM ASFALTO LUNAR IGUAL AO DE SÃO PAULO E A QUALQUER HORA PODEM VIR LADRÕES E ROUBAREM SUA MOTO. ESTOU CANSADO DESSE PAIS... INFELIZMENTE, ESSE E O MEU PAIS...

#7 - Ricardo Caris
09/02/2011 - 18:49

Muito bonita mesmo.

#8 - Roberto Riva
06/07/2011 - 19:18

Tenho uma Ducati Monster e hj fui conhecer a Diavel !!! São 210kg de pura "Obra de Arte" para 162 CV, por aproximadamente R$ 70.000,00 Fiz o test drive e descobri pq. preciso guardar dinheiro... 100 Comentários. Se vc gosta de motos, vá a uma concessionária Ducati e vai entender o que estou tentando verbalizar...

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas